Museu do Estado do Pará

O Museu do Estado do Pará (MEP), atualmente abrigado no Palácio Lauro Sodré, foi criado em 18 de março de 1981. Iniciou suas atividades em 1986, no 4º pavimento do Centro Cultural Tancredo Neves (CENTUR) e posteriormente foi transferido para o Palacete Bolonha onde funcionou até 1994. Nesta data, o Palácio dos Governadores foi reformado com o objetivo de abrigar o MEP, onde permanece desde então.

O Palácio, incialmente de taipa e pilão, foi erguido na forma que conhecemos hoje século XVIII. Símbolo do período colonial, o prédio construído em estilo neoclássico foi projetado para servir de sede e moradia dos governadores e capitães generais do Pará, com a assinatura do arquiteto bolonhês Antonio Landi. No início do século XX, edificação foi reformada na gestão do então governador Augusto Montenegro, na ocasião agregou traços da chamada arquitetura fin-de-siècle, mantendo elementos tardios do rococó e do neoclássico, somando-se ao art noveau, bem ao estilo eclético. Após mais de dois séculos de funcionamento como sede administrativa do Governo do Pará, deu lugar ao espaço musealizado.

Com a criação do Sistema Integrado de Museus e Memoriais em 1998, o MEP foi incorporado a esta estrutura administrativa e ocupa um lugar central na guarda dos acervos dos demais museus que compõe o SIMM.

Atualmente, o Museu dispõe de um acervo diverso, composto de pinturas, mobiliário, acessórios, fotografias, entre outros bens, que incluem o próprio edifício como testemunhos de diferentes contextos da história do Pará. Parte deste acervo compõe a exposição de longa duração nos salões nobres do pavimento superior e no pavimento térreo, e possui as galerias Manoel Pastana e Antonio Parreiras destinadas a receber mostras de curta e média duração.

Endereço:
Praça Dom Pedro II, s/n - Cidade Velha, 66020 - 240


Funcionamento: temporariamente fechado para reforma